quinta-feira, 25 de março de 2010

Trítono, o som do Capeta!

O trítono, tão conhecido por ter sido proibido pela igreja, nada mais é que o intervalo de três tons inteiros a partir da tônica, sendo assim, a dissonância de uma 5ª diminuta (4ª aumentada)
 










Depois do século 18 o intervalo foi apelidado de "Diabolus in musica " (O Diabo na música) por provocar demasiado efeito de tensão. Seu Intervalo de três tons inteiros era associado ao tridente do Diabo, por isso foi considerado heresia pela igreja quando uma pessoa tocava esse intervalo.
Alguns musicos da época chegaram a ser punidos pela igreja sendo queimados vivos por usarem o trítono em suas musicas. Hoje o trítono não gera todo o alvoroço que gerava antigamente, sendo até comum de se escutar hoje em dia.

O trítono pode ser encontrado também em acordes diminutos e em acordes com sétima, até mesmo na escala diatônica maior o trítono pode ser encontrado (No intervalo entre a 4ª e a 7ª)

Exemplo de músicas onde o Trítono é empregado:
5ª Sinfonia de Beethoven (1º Movimento)
Enter Sandman (Metallica)
Purple Haze (Jimi Hendrix)
Blood red (Slayer)
Alison Hell (Annihilator)
E é claro, o mais famoso de todos os trítonos: Black Sabbath, da banda de Heavy Metal Black Sabbath.

2 comentários:

  1. humm entendi
    mas para fans de heavy metal e fundamental !

    ResponderExcluir
  2. o efeito cai bem em varias musicas da pra adptar pra outras musicas tbm u.u

    ResponderExcluir

Não é permitido Spam ou comentários ofensivos.